sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

"Pastiche" de bacalhau com queijo da serra.

Ontem fui ver um filme que nunca pensei que iria ver: Aliados, dirigido por Robert Zemeckis. Como eu previa, o dinheiro do bilhete foi dinheiro deitado fora. O filme deixa uma permanente sensação de déjà-vu, até nos darmos conta que a intenção é mesmo essa.
Há cenas passadas em Casablanca, fala-se de uma patriota que interpreta A Marselhesa num bar cheio de oficiais nazis, há um homem inexpressivo, representado por um ator americano, envolvido numa é-não-é paixão com uma mulher representada por uma atriz europeia, há um oficial alemão assassinado pelo protagonista enquanto telefona, há um final ultra-dramático num aeródromo, com muita chuva, há um play the piano, etc. Lembra alguma coisa?
Ou, se preferirmos, há um soldado à paisana, interpretado por Brad Pitt, em notórias dificuldades para falar uma língua estrangeira e que, em conluio com uma mulher francesa, perpetra um atentado contra altos dignitários alemães.
A fita tem mais coisas destas, e se estivermos com atenção, para além de Casablanca e de Sacanas sem Lei, descobriremos certamente cenas decalcadas de O Paciente Inglês ou de outro bom filme qualquer.
Mais tarde, refletindo melhor, acabei por concluir que este dia 1 de dezembro foi um dia de fusões e imitações de mau gosto. Vi as comemorações lisboetas de um dia que nos dizem ser o fundamental da nossa pátria, com um montão de personagens mais do que dispensáveis, e comi uma coisa parecida com os bolinhos de bacalhau, mas em maior, a que chamam "pastéis de bacalhau" (toda ela feita da Portugalidade tão pimba que caracteriza a aspiração de futuro coletivo a que o autarca lisboeta se referiu, quando celebrava o feriado tão importante junto das elites lá da paróquia).

Mas é melhor resumir o meu dia em algumas imagens...


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Mais um feriado municipal. Viva a República Federal das Espanhas!

(Samuel McKittrick)
Celebrou-se hoje o restaurado feriado do Primeiro de Dezembro, mais um feriado municipal na nossa tão querida capital. Estavam lá todos: o importante presidente do Concelho, Dr. Medina; o anafado presidente do Conselho, Dr. Costa; o patusco presidente da República, Prof. Marcelo; o igualmente patusco presidente da Monarquia, Eng. Pio De Bragança; e o magro presidente da Comissão organizadora e dos deputados monárquico-cristãos-democratas, Dr. Coiso.
E a nossa Espanha aqui tão perto...



terça-feira, 29 de novembro de 2016

Quem não gosta de Brahams?

Como proposta musical para hoje temos, em tripla versão, o terceiro movimento (poco allegretto) da Terceira Sinfonia de Johannes Brahams.

Primeiro, com a hr-Sinfonieorchester (de Francoforte do Meno, na Alemanha), aqui dirigida pelo belga Philippe Herreweghe, em 2013.


Segundo, com Jane Birkin a cantar Baby alone in Babylone (1983), uma canção que Serge Gainsbourg escreveu para ela. Tenho um fraquinho pela Jane, a antiga e a que vi, há poucos anos, aqui na Casa da Música.


Terceiro, com Diahann Carroll, na canção (de Georges Auric e Dory Langdon) que dá título a um filme de Anatole Litvak: Goodbye again /Aimez-vous Brahms? (1961), a partir de um livro de Françoise Sagan (no vídeo temos ainda Love is just a word, dos mesmos autores).

(Neste caso, confesso que hesitei entre esta canção e a versão em francês, Quand tu dors près de moi, cuja letra é da própria Françoise Sagan. Mas essa já foi cantada por muita gente, incluindo Yves Montand e Anthony Perkins, as estrelas masculinas do filme - acompanhando Ingrid Bergman).

O mestre da elipse.

Vou contar-vos a história de António Santos de Castro, um escritor que era considerado o «mestre da elipse».
E foi assim que tudo aconteceu.


segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Vêm aí os Borbóns.

Nos próximos dias vão andar aí a incomodar-me, perante o aplauso maravilhado da populaça e o embasbacar dos Marcelos. São os parentes da Maria Antonieta, aqueles seres de sangue azul, provenientes do Olimpo. Espero que a S'dona Leitiça apanhe uma doença venérea qualquer.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...