quarta-feira, 20 de junho de 2018

Trump, és um monstro!

Nós, portugueses, temos que repetir isto todos os dias: Trump, és um monstro!

Jornal de Notícias, 20.06.2018

terça-feira, 19 de junho de 2018

A morte dos velhos pássaros amistosos

Na hora mágica, depois de o Sol se pôr mas quando a luz ainda não se foi, exércitos de grandes morcegos, chamados raposas-voadoras, desengancham-se das figueiras-de-bengala no velho cemitério e pairam sobre a cidade como fumo. Quando os morcegos saem, os corvos voltam para casa.
Nem todo o barulho da sua chegada preenche o silêncio deixado pelos pardais desaparecidos e pelos velhos abutres-de-dorso-branco, guardiões dos mortos há mais de cem milhões de anos, que foram dizimados.
Os abutres morreram envenenados por diclofenaco. O diclofenaco, ou aspirina-das-vacas, dado ao gado como relaxante muscular, para aliviar a dor e aumentar a produção de leite, atua – atuava – como um gás neurotóxico nos abutres-de-dorso-branco. Cada vaca ou búfalo leiteiro quimicamente relaxado que morria transformava-se em isco envenenado para os abutres. Enquanto os bovinos se tornavam melhores máquinas de laticínios, enquanto a cidade consumia mais gelados, nogados, bolachas de manteiga de amendoim e pepitas de chocolate, e bebia mais batidos de leite e manga, os pescoços dos abutres vergavam-se como se eles estivessem demasiado cansados e não conseguissem pura e simplesmente ficar acordados. Barbas prateadas de saliva pingavam-lhes dos bicos e, um a um, tombaram dos seus ramos, mortos.
Poucas pessoas repararam na morte dos velhos pássaros amistosos. Havia tanto mais a que aspirar.
(Arundhati Roy: O Ministério da Felicidade Suprema. Ed. ASA, 2017, tradução de Elsa T. S. Vieira).

By Augustus Binu, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=29707968


sexta-feira, 15 de junho de 2018

A cada sapateiro o seu rabecão

No país em que há cidadãos com a vida destruída pela prepotência incompetente dos tribunais, os juízes andam entretidos com problemas à sua medida.
  
(Público, 15.06.2018)