sábado, 28 de abril de 2018

Estranha-se...

Assistimos e, mais uma vez, não queremos acreditar na barbárie. Sim, estas "instituições" continuam a dar cartas (viciadas) no jogo corrupto a que as deixam dedicar-se. Não há nenhuma "autoridade" que as irradie das competições profissionais e serão sempre o espelho em que alguns milhões encontram as suas referências. São, de cada vez mais, as meninas dos olhos da imprensa e da alta sociedade do patético país que é este Portugal de Lisboa. Estranha-se, mas já está entranhado...


Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!