quinta-feira, 4 de maio de 2017

Novas experiências


Bruxelas está de cada vez mais flamenga, o que significa mais difícil de entender. Os atentados no metro e no aeroporto foram há pouco mais de um ano, mas ainda se fala muito disso, talvez porque os polícias, os soldados e os veículos militares, que patrulham as ruas e vigiam edifícios e praças, não os deixam esquecer.
Neste dia chuvoso tive duas experiências novas. Primeiro, em estreia absoluta (não tenho vergonha de o dizer), andei num carro Uber, que se atrasou bastante. Depois participei num debriefing. Doeu menos do que esperava, provavelmente porque optámos por fazê-lo à mesa do jantar, numa simpática rosticceria.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!