domingo, 2 de abril de 2017

Por ruelas e calçadas.

Descendo, ali pela rua Sobre-o-Douro, até à Alfândega e ao rio.

1. Para os amantes das ortographias antigas.


 2. Grito vermelho num campo qualquer.


4. Edgar Allan Poe.

Falando para mim e para si mesma, uma senhora dizia "O filho da puta do gato entrou por aqui!"

5. Dê vida a estas casas! Faça um hostel.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!