sexta-feira, 28 de abril de 2017

Mais uma poesia sobre a caca dos cães nos passeios

Saio
E fico fora de mim.


Augusto de Lima, in «O dipsomaníaco que abusava da Dimetilaminofenildimetilpirazolona» (1999).

Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!