sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Intensa atividade profissional

Não comento a escolha. A senhora ministra escolhe quem lhe apetece para "Adjunto" do seu "Gabinete". Nem comento a qualidade profissional da pessoa, que será indiscutível - bem, pelo menos é trabalhador incansável e nem teve tempo para frequentar a Universidade. Isto não é um comentário depreciativa sobre as qualificações académicas do senhor, que isso de ser doutor ou engenheiro não é sinónimo de competência. Basta ver que deve ter sido um licenciado a colocar as vírgulas neste Despacho para isso ficar evidente.

O que estranho, e comento, é que haja gente que se presta a este tipo de ridículo. E aflige-me que essa gente nos governe.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!