segunda-feira, 11 de julho de 2016

Viva a ignorância?

«As perguntas são mais importantes e mais abrangentes do que as respostas. Uma boa pergunta pode dar lugar a uma sobreposição de respostas, inspirar pesquisas labirínticas, gerar novos campos de investigação, novas formas de pensar. As respostas, por sua vez, colocam um termo no processo.»
«É difícil apanhar um gato negro numa sala sombria, sobretudo se ele não está lá.»

Duas citações de Stuart Firestein, biólogo, professor da Universidade de Colúmbia , EUA, e autor do livro «Ignorance: how it drives Science», de 2012. Estão no dossiê sobre o que nunca saberemos da Science et Vie deste mês, que dedica uma peça às inseguranças e incertezas dos cientistas neste novo século.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!