quinta-feira, 16 de junho de 2016

Que desgraça! Já não há trabalhadores em Lisboa!

Abro a página online do Jornal de Notícias, para a leitura diária, e fico horrorizado. Não, o que me espanta não é o crocodilo que comeu a criança, nem a mulher que fornicou ao ar livre, nem mesmo as caras dos políticos ou a colisão na A8. A monstruosidade é esta: por uma cruel e inexplicável coincidência, caíram, não uma, nem duas, nem sequer três ou quatro, mas sim cinco (!) gruas em Lisboa, matando, não um, nem dois, nem sequer três ou quatro, mas sim cinco (!) trabalhadores. Ora, como é voz corrente, em Lisboa só havia meia dúzia pessoas que trabalhavam. Agora, morreram quase todas. Pior ainda: o Jornal de Notícias orgulha-se de ser um jornal «do Norte», por isso nem sempre conta tudo o que se passa na capital. Quiçá a realidade seja ainda mais dura. Não sei, não li as páginas interiores.







2 comentários:

  1. O JN deve ter-se enganado... Porque, mesmo aqui ao lado (em Lx.), tenho dois trolhas afanosamente labutando numas obras.
    A menos que tenham vindo da província, esta madrugada...

    ResponderEliminar

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!