sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Cabeças pequenas

Isto foi dito, ontem, por esse político irrevogável que é Paulo Portas (citado no Público). O que disse é, para além de um argumento estúpido, uma boa demonstração do estado primário em que a sociedade portuguesa se encontra. O centralismo porco continua a estar nas cabeças de muitos, e espanta-me que tantos continuem a aceitá-lo.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!