segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Recompensa

«Gosto que se fale a verdade, que se labore de forma escrupulosa e que o amor recíproco se substitua à norma e à lei.»
Muito bem dito. E Alá o abençoou com duas estátuas e a morte.
Naguib Mahfouz, em «Miramar» (1967), aludindo a Saad Zaghlul (1860-1927), político nacionalista que lutou pela independência e foi primeiro-ministro do Egito em 1924.


Ed. Civilização, 2012. Trad. Badr Hassanein.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!