sexta-feira, 6 de novembro de 2015

O socialista dividido

Silenciosa
Ficou a rosa
No chão despetalada
Que eu com meus dedos tentei a medo
Reconstruir do nada...
(*)



Já há acordo à esquerda, anunciou a Catarina. Deus meu, o que farei? Vou ao jantar do Francisco? À reunião do António? A Vila Real com o José?

------
(*) De A rosa desfolhada, Vinicius de Moraes.

2 comentários:

  1. Se calhar, o melhor é ficar e "andar por aí" (Santana Lopes, em prosa), esperar e ver por onde param as modas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O socialista tachista deve mesmo andar angustiado...

      Eliminar

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!