terça-feira, 21 de abril de 2015

O plano

O Partido Socialista apresentou hoje parte do seu programa eleitoral (por favor, não confundir com o programa de governo que se seguirá), embora, por prudência e calculismo, não lhe chamasse isso. Como as minudências não me interessam, já que não sou um desses reputados economistas para quem um défice de zeronove daqui a meia dúzia de anos é muito diferente de zerooito, dei uma vista de olhos por alto, concentrando-me no cenário macroeconómico.

Sinceramente, aquilo pareceu-me um plano à Lopetegui: eliminamos o Bayern, passamos às meias-finais da Champions League e, com o embalo, esmagamos o Sport de Lisboa no domingo. Depois, ganhar o campeonato nacional é apenas uma formalidade.

Infalível.


2 comentários:

  1. Um bocadinho de fé, não faz mal a ninguém, nem ao mundo..:-)
    Nem é preciso ir à missa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperar pelo melhor e preparar-se para o pior: eis a regra.
      Como diria uma certa pessoa.

      Eliminar

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!