terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Páginas imortais 61: Os Breccia

Alberto Breccia, um argentino nascido no Uruguai e falecido em 1993, foi autor de páginas inesquecíveis, em especial as que desenhou com argumentos do desaparecido  Héctor Germán Oesterheld: El Eternauta e Mort Cinder. Numa lista dos cinquenta autores de BD mais influentes de todos os tempos é provável que encontremos Alberto.
Esta página é da adaptação que fez, em 1974-75, de um conto de Edgar Allan Poe: El Corazón Delator.


Enrique Breccia, filho de Alberto, nasceu em 1945, em Buenos Aires (como as irmãs). Trabalha na Argentina e nos Estados Unidos, incluindo algumas obras para a Marvel e para a DC Comics.
Em 2002 desenhou uma história original de Hans Rodionoff, com argumento de Keith Giffen, que homenageia outro monstro sagrado da literatura do Horror e do Fantástico: Lovecraft.


Cristina Breccia, irmã de Enrique, nasceu em 1951, e começou por desenhar histórias infantis e adaptou Shakespeare.
Com guião de Norberto Buscaglia (o marido), desenhou em 1979 este 1+1=Dios, uma novela gráfica para adultos.


Patrícia Breccia, a irmã mais nova, nasceu em 1955. Também ela num registo muito distinto dos homens da família, desenha histórias mais suaves.
Entre as quais esta Sol de Noche (1980), escrita por Guillermo Sacomanno.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!