segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Imigrante

O Linguado gostaria de dedicar uma música a todos os europeus, aos gordos e aos magros, aos pensionistas e aos pasteleiros, aos políticos de esquerda e de direita. E aos poetas com alma de funcionários do serviço de imigração.





"Temos de olhar para a Europa não numa perspectiva encomiástica, mas numa perspectiva realista de civilização e cultura a que pertencemos e em que crescemos, que contêm um conjunto de valores que deve ser preservado a todo o custo e que, no meu ponto de vista, estão em risco por muitas razões, entre elas, o risco de a imigração ultrapassar completamente a vida e a mentalidade dos europeus.
(...)
A Europa precisa, por razões demográficas, quer de mão-de-obra, quer de populações jovens que venham ajudá-la a construir-se. Por outro lado, a Europa precisa de encontrar uma solução que limite a violação dos seus próprios valores dentro de termos razoáveis. Não acho que seja de restaurar o racismo ou a xenofobia. Mas é preciso encontrar os justos limites para a entrada de trabalhadores e para a maneira como essas massas humanas entram e os princípios que praticam".
(VGM, numa entrevista ao i). 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!