terça-feira, 26 de novembro de 2013

Chez Léon

De novo em Bruxelas, desta vez com algum tempo para saborear algo mais do que os túneis do Metro e os gabinetes dos tecnocratas.


Por exemplo, uma "cocotte" de moules au vin blanc no Chez Léon, onde estavam à minha espera desde 1893.

(Tinha-me parecido um bom prenúncio, mas nem tudo são mexilhões nesta vida).

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Antes fosse. Um modesto Moselle, un "vin de pays", nada mais.
      Gosto mais de saborear os mexilhões com uma cerveja clara e nem sei o que me deu para mudar de hábito...

      Eliminar

Esteja à vontade para comentar. E escreva na língua que lhe apetecer, mas escreva bem!